15/07/2020 11:43:56 Após Petrobras fazer o mesmo

Raízen também para de prover gasolina de avião

[Solers]

A Cosan (B3: CSAN3) confirmou, após informações da "Reuters", que a Raízen suspendeu a venda de gasolina de aviação (AVGAS) após a Petrobras (B3: PETR e PETR4) ter feito o mesmo após detectar inconsistências em um de seus lotes.

Segundo a Cosan, que controla a Raízen em conjunto com a Shell, sua subsidiária tem a Petrobras como única fornecedora de AVGAS e, sendo assim, como a estatal não havia, até então, identificado o lote problemático, optou por paralisar as vendas do combustível.

A Raízen recomendou que seus revendedores façam o mesmo até que a Petrobras esclareça o caso, ou que os órgãos competentes divulguem orientações acerca do assunto.

Por fim, a Cosan explicou que não considera a questão como sendo digna de fato relevante, pois "o setor de aviação representa apenas 8% do volume das vendas totais de combustíveis da Raízen, enquanto o AVGAS equivale a apenas 0,05% do volume total de combustíveis vendido pela Raízen (referência ano de 2019)".

Assim, a Companhia entende que "a interrupção momentânea da comercialização do AVGAS é imaterial para os resultados e liquidez financeira da Companhia e que não teria a capacidade de influenciar na cotação dos valores mobiliários de emissão da Cosan, na decisão dos investidores, ou na decisão dos investidores de exercer quaisquer direitos inerentes à condição de titular de valores mobiliários emitidos pela Companhia".













Ver mais mais lidas