10/07/2020 16:39:25 Braskem

Defesa Civil de Maceió fará mais desocupações

[Solers]

A Defensoria Pública de Alagoas, o MPF (Ministério Público Federal), o Ministério Público de Alagoas e a Defensoria Pública da União informaram a atualização que a Defesa Civil de Maceió/AL incluiu mais de 1,9 K imóveis para desocupação nos bairros afetados pelos fenômenos ocasionados por trabalhos da Braskem (B3: BRKM3, BRKM5 e BRKM6).

Os imóveis afetados estão distribuídos nos bairros Mutange, Bom Parto, Pinheiro e Bebedouro. A Braskem afirmou, em resposta, que está em tratativas com as autoridades para definição de possíveis medidas a serem adotadas em comum acordo, "apesar de não estar automaticamente obrigada a apoiar a desocupação destas novas áreas".

Levando em consideração as informações existentes e os diálogos com as autoridades, a Companhia estima utilizar R$ 850 M em potenciais medidas de apoio aos moradores dessas áreas, além de R$ 750 M referente a gastos adicionais previstos com medidas para encerramento definitivo das atividades de extração de sal em Maceió, gestão da operação, realocação de imóveis incluídos via perícia técnica, dentre outros.

Em relação a ação civil pública proposta pelo MPF referente aos danos socioambientais, a Companhia informou que continua em diálogos com as autoridades.













Ver mais mais lidas