2020-06-25 14:12:20 BC teme risco ao sistema de pagamentos brasileiro

CADE e BC vetam pagamentos pelo WhatsApp

[Solers]

O CADE e o Banco Central proibiram que o WhatsApp forneça plataforma de pagamentos em parceria com a Cielo (B3: CIEL3), algo semelhante ao que já acontece com ferramentas, como o PicPay.

Em nota, o BC teme que a ferramenta seja desleal e que ofereça riscos ao sistema de pagamentos brasileiro.

Assim, o sistema teve que ser imediatamente retirado do ar sob pena de multa. Agora, cabe ao CADE analisar se, efetivamente, o acordo traz deslealdade à concorrência.

O Brasil foi escolhido para testar o serviço antes dos demais países. Em Fato Relevante, a Cielo comunicou que "tomou as providências adequadas e suspendeu os serviços".

Por sua vez, O chefe do WhatsApp, Will Cathcart, afirmou o seguinte: "Ontem (2020-06-25) nos reunimos com as autoridades do Banco Central e estamos animados em permitir que os brasileiros enviem pagamentos seguros e sem dinheiro físico no WhatsApp o mais breve possível."

Cathcart seguiu: "O WhatsApp afirmou seu apoio a um modelo pró-competitivo e aberto para pagamentos e também seu compromisso em fornecer pagamentos via PIX (ferramenta de pagamentos do BC) tão logo o sistema esteja disponível."

Por fim, o chefe do WhatsApp completou: "O Banco Central ressaltou que respalda plataformas como o WhatsApp que estão inovando em pagamentos digitais e criando novas maneiras de apoiar pessoas e pequenas empresas em todo o Brasil."

Segundo o "Estadão", as fornecedoras de cartão de Crédito Visa e Mastercard - únicas bandeiras até então operantes na ferramenta - estão trabalhando em nova autorização ao BC.













Ver mais mais lidas