2021-07-29 12:06:32 PM Após venda para a Equatorial

CEEE-D fará sua 1ª emissão de debêntures

[Solers]

Após sua compra pela Equatorial (B3: EQTL3), a CEEE-D (B3: CEED3 e CEED4) anunciou sua 1ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, com garantia adicional fidejussória, em 2 séries, para distribuição pública com esforços restritos.

O valor total de emissão será de R$ 1,5 B, sendo R$ 1,2 B na 1ª Série e R$ 300 M na 2ª Série. O valor unitário de cada um dos 1,5 M papéis (1,2 M na 1ª Série e 300 K na 2ª Série) será de R$ 1 K.

A data de emissão das debêntures será 2021-08-15, enquanto que seu vencimento será 2026-08-15 (1ª Série) e 2029-08-15 (2ª Série).

Os recursos captados pela Companhia, segundo a própria, terão os seguintes destinos:
  • Os valores da integralização das debêntures da 1ª Série serão utilizados para o pagamento antecipado do passivo financeiro da Companhia decorrente de dívidas com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e a Agence Française de Developpement, enquanto o remanescente destes recursos serão utilizados para gestão ordinária dos negócios da Companhia;
  • Os valores da integralização dos papéis da 2ª Série serão destinados ao custeio de despesas já incorridas e/ou a incorrer relativas ao projeto de expansão, renovação ou melhoria da infraestrutura de distribuição de energia elétrica, sendo certo que tais recursos serão integralmente alocados no pagamento futuro ou no reembolso de gastos, despesas ou dívidas relacionados aos projetos que ocorreram em prazo igual ou inferior a 24 meses contados da data de envio da comunicação de encerramento da Oferta Restrita.

O pagamento da amortização programada (sendo a 1ª parcela a ser paga em 2022-02-15) será realizado da seguinte forma:
  • O valor unitário da 1ª Série será amortizado em 4 parcelas;
  • O valor unitário atualizado das debêntures da 2ª Série será amortizado em 2 parcelas.

Somente a 2ª Série terá atualização monetária, o que ocorrerá balizada pela variação acumulada do IPCA.

Cada série terá a seguinte estrutura de remuneração:
  • 1ª Série: Juros remuneratórios prefixados correspondentes à variação acumulada de 100% das taxas médias diárias dos DI de 1 dia, 'over extra-grupo', base 252 dias úteis, além de sobretaxa de até 1,45% e a ser definida após o Bookbuilding, também com base 252 dias úteis;
  • 2ª Série: Juros remuneratórios prefixados correspondentes a determinado percentual ao ano, base 252 dias úteis, a ser definida durante o Bookbuilding, equivalentes ao maior entre percentuais do Tesouro IPCA+, ou 4,45% ao ano, base 252 dias úteis.













Ver mais mais lidas