Mais lidas Nos últimos 60 dias

2021-06-08 2:22 PM

No Brasil e no exterior CVC avalia realização de OPA
A CVC (B3: CVCB3) comunicou que analisa a possibilidade de realizar nova OPA no Brasil e no exterior.

Para tanto, já engajou companhias para prestação de serviços de assessoria financeira. Porém, até o momento, a Companhia não definiu e/ou aprovou formalmente a efetiva realização da potencial oferta, seus termos e condições, ou quaisquer outras possíveis operações.
Leia mais ...

2021-06-14 1:40 PM

Acionistas receberão total de R$ 7,2 M Bradesco aliena frações de ações bonificadas
O Bradesco (B3: BBDC3 e BBDC4) informou que alienou as  frações de ações decorrentes da bonificação de 10% em ações (1 nova ação para cada 10 da mesma espécie), aprovada na AGE (Assembleia Geral Extraordinária) 2021-03-10.

Na oportunidade, foram alienadas 39,2 K ações ON e 223,9 K PN. Os valores a serem pagos aos detentores das frações serão de R$ 23,962195274 por ação ON e R$ 28,090988832 por PN, perfazendo o montante de R$ 7,2 M.

Os valores serão colocados à disposição dos acionistas que fizerem jus a partir de 2021-06-21.
Leia mais ...

2021-06-11 10:49 AM

Até 172 M de ações Ecorodovias fará nova OPA
A Ecorodovias (B3: ECOR3) anunciou que está preparando nova OPA restrita primária e, talvez, secundária, de suas ações.

A oferta primária será de 137,6 M ações e, em regime secundário, de até 34,4 M. Tais ações da OPA secundária pertencem a Primav Infraestrutura.

A oferta restrita será realizada no contexto da reorganização societária da Companhia, que prevê a intenção da Companhia de realizar sua capitalização, prioritariamente, por meio da oferta, sendo que a acionista co-controladora da Companhia, Igli do Brasil, se comprometeu em subscrever uma quantidade de ações equivalente ao montante de R$ 1,2 B dividido pelo preço por ação.

O Bookbuilding inicia-se hoje (2021-06-11) e será encerrado em 2021-06-22, mesma data da fixação do preço por ação. Os papéis passarão a ser negociados na B3 em 2021-06-24.
Leia mais ...

2021-06-02 4:28 PM

Estatal pagou R$ 4,8 B em 36 parcelas Eletrobras liquida dívida com BR
A Eletrobras (B3: ELET3, ELET5 e ELET6) pagou, em maio, a última das 36 parcelas firmadas com a BR (B3: BRDT3) referentes aos Instrumentos de Confissão de Dívidas – ICDs em 2018-04-30.

Segundo a BR, o valor total pago pela estatal foi de R$ 4,8 B, sendo que, na 36ª parcela, a Eletrobras pagou cerca de R$ 34,3 M.

Os recursos resultantes destas negociações complementaram a gestão do caixa da BR, fazendo frente às diferentes necessidades operacionais e de financiamento da Companhia na implementação de sua agenda de valor.
Leia mais ...

2021-06-02 8:53 PM

Companhia suspeita de vírus ransomware JBS avança na investigação de ataque hacker
O ataque hacker contra redes de computadores das subsidiárias da JBS (B3: JBSS3), a JBS USA e a Pilgrim's, que paralisou operações nos EUA, Canadá e Austrália, finalmente começa a ser desvendado.

A Casa Branca afirmou que o ataque, do tipo ransomware - quando o computador da vítima é 'sequestrado' e criminosos pedem resgate -, originou-se na Rússia. Ademais, o presidente dos EUA, Joe Biden, criticou os russos e disse que irá levar o assunto para a futura conversa com o presidente russo, Vladimir Putin.

A JBS afirmou, porém, que suas subsidiárias conseguiram, na segunda-feira (2021-05-31), enviar produtos para clientes a partir de quase todas as suas unidades. A empresa também continuou a progredir na retomada das operações das fábricas nos EUA e na Austrália. Várias fábricas de suínos e aves da empresa operaram ontem (2021-06-01) e suas instalações de carne bovina no Canadá retomaram a produção.

Os sistemas estão voltando a funcionar e a JBS USA 'não está poupando recursos para combater esta ameaça', segundo a JBS. Dado o progresso que profissionais de TI e equipes de fábrica fizeram nas últimas 48 horas, a grande maioria de suas unidades de carne bovina, suína, de aves e alimentos preparados voltaram a operar hoje (2021-06-02).
Leia mais ...

2021-06-02 7:59 PM

25 M de ações por R$ 71 cada Rede D'Or prepara nova OPA
A Rede D'Or São Luiz (RDOR3) comunicou detalhes sobre sua nova OPA. O preço por ação foi estabelecido em R$ 71, sendo que foram emitidas 25,04 M ações e distribuídas de forma primária, além de 43,8 M de forma secundária.

O valor total da Oferta foi de R$ 1,7 B, dos quais R$ 888,9 M serão destinados ao capital social da Companhia e R$ 888,9 M à reserva de capital, passando assim, o capital da Rede D'Or para R$ 7,5 B.

Foi confirmada ainda a homologação, no âmbito da OPA primária e secundária de 68,8 M ações ON. as negociações na B3 foram iniciadas em 2021-05-28.
Leia mais ...

2021-06-04 11:20 AM

Valor de compra seria de R$ 300 M Unipar poderá comprar fábrica da Compass Minerals
A Unipar (B3: UNIP3, UNIP5 e UNIP6) confirmou, em parte, informação dada pelo jornal 'Valor Econômico', na qual consta que a Companhia estaria perto de adquirir fábrica de cloro-soda da Compass Minerals por R$ 300 M.

Segundo a Unipar, '(a empresa) está constantemente avaliando oportunidades e alternativas para investimento ou aquisição de participações societárias que sejam consistentes com objetivos da Companhia e, nesse sentido, celebrou, com a Compass, Acordo de Confidencialidade e Outras Avenças com intuito de analisar informações para uma possível operação entre Compass e Companhia'.
Leia mais ...

2021-06-10 10:20 AM

R$ 350 M em 2021-07-20 TIM confirma que pagará JSCP
A TIM (B3: TIMS3) efetuará o pagamento de JSCP (Juros Sobre Capital Próprio) no valor total de R$ 350 M, divididos em R$ 0,144654605 para cada ação (bruto).

Haverá IRRF de 15%, exceto para acionistas que comprovarem isenção até 2021-06-21, mesma data-base da posição acionária para ter direito ao provento. Sendo assim, as ações passarão a ser negociadas 'ex-JSCP' em 2020-06-22.
Leia mais ...

2021-06-02 6:24 PM

Assembleia Geral será marcada em breve Porto Seguro votará desdobramento de ações
A Porto Seguro (B3: PSSA3) afirmou que pretende, em breve, levar para votação de seus acionistas o desdobramento de suas ações na razão de 1:3.

Segundo a seguradora, o desdobramento tem por objetivo tornar as ações da Companhia mais acessíveis aos investidores e expandir sua base de acionistas, com possíveis ganhos de liquidez, precificação e governança para a empresa, seus acionistas e o mercado.

As condições do desdobramento das ações ainda serão detalhadas pela administração, em sua proposta a ser submetida aos acionistas e estarão sujeitas à aprovação pela AGE (Assembleia Geral), a ser convocada em breve.
Leia mais ...

2021-06-02 8:28 PM

Por meio de emissão de ações e subscrição Compass receberá aporte de R$ 810 M
A Compass, subsidiária da Cosan (B3: CSAN3), celebrou Acordo de Investimento com a Atmos Ilíquidos 1 FIA, Atmos Master FIA, Manzat Inversiones e Ricardo Ernesto Correa da Silva, por meio do qual os investidores se comprometem a subscrever, via aumento de capital da Compass, R$ 810 M, por meio da emissão de novas ações PN representativas de 4,68% do capital da Companhia.

A transação teve como base Equity Value pre-money da Compass de R$ 16,5 B. Além disso, foi assinado, com eficácia suspensa até a conclusão da transação, Acordo de Acionistas da Companhia, entre a Cosan e os investidores.
Leia mais ...

2021-06-07 11:21 AM

Controlam 6 lojas; Preço é de R$ 16,3 M Espaçolaser adquire 2 grupos franqueados
A Espaçolaser (B3: ESPA3) anunciou a compra, por meio da Corpóreos, de participação representativa da totalidade do capital social de 2 grupos franqueados (Grupo Kaico e Grupo Wilson e Pedro) responsáveis pela operação de 6  lojas da Espaçolaser nos estados do Rio de Janeiro e Piauí, mediante pagamento do valor total de R$16,3 M.

A Companhia detinha opção de compra das empresas. Segundo a Espaçolaser, 'a conclusão de mais essa etapa na evolução da Companhia é passo importante para seu crescimento e desenvolvimento, com a retomada do direito de preferência das regiões do Grupo Kaico e do Grupo Wilson e Pedro anteriormente detido pelos acionistas vendedores'.
Leia mais ...

2021-06-02 6:08 PM

No valor de US$ 350 M CSN Mineração assina contrato de pré-pagamento
A CSN Mineração (B3: CMIN3) assinou, com um sindicato de bancos contrato de Pré-Pagamento de Exportação no valor de US$ 350 M e prazo final de 12 anos.

Tal operação tem o objetivo de apoiar a CSN Mineração em seus projetos de melhoria e expansão de suas operações da Mina de Casa de Pedra, incluindo seus investimentos na independência de barragens por meio da filtragem de rejeitos, 'visando garantir a continuidade do fornecimento de minério de ferro de alta qualidade para seus clientes japoneses de longo prazo e para o mercado em geral'.

Essa transação marca o início da implementação pela CSN Mineração da estratégia de financiar seu crescimento utilizando 'instrumentos adequados' para projetos de longo prazo.
Leia mais ...

2021-06-22 2:55 PM

Plus Delivery Magalu compra 4ª plataforma de food delivery
O Magazine Luiza (B3: MGLU3) concluiu, por meio da AiQFome, a compra da Plus Delivery, que passa a ser a 4ª plataforma especializada em food delivery da varejista. Os valores não foram divulgados.

A Plus Delivery é uma plataforma completa especializada no delivery de diversos tipos de comida, recebendo e gerenciando pedidos por meio de seu aplicativo.

Presente em mais de 30 cidades capixabas, a Plus Delivery é uma das líderes de entrega de comida no Estado. A plataforma opera no modelo de unidades próprias e processou no último mês, segundo o Magalu, aproximadamente 250 K pedidos, preparados por cerca de 1,5 K restaurantes parceiros.

Food delivery no Magalu
9 meses após sua aquisição pelo Magalu, a AiQFome está presente em 580 cidades (aumento de 65,7% no período), sobretudo pequenas e médias, com operação que atingiu mais de 2,7 M de pedidos no último mês, preparados por cerca de 28 K restaurantes parceiros (aumento de 64,7% no período).

Em 2021-04, o Magalu concluiu também as aquisições da Tonolucro e da GrandChef, assim, segundo a Companhia, fortalecendo seu setor de food delivery, aumentando os serviços oferecidos no seu SuperApp e a frequência de compra dentro de seu ecossistema.
Leia mais ...

2021-06-14 1:06 PM

R$ 100 K Petrolusa destinará reserva de lucros a acionistas
A Petrolusa ratificou, em reunião do Conselho de Administração, a distribuição de parte de sua reserva de lucros em forma de provento a seus acionistas.

O valor a ser distribuído é de R$ 100 K ainda a partir de 2021-06. A Companhia deverá divulgar mais informações em breve.
Leia mais ...

2021-06-08 2:15 PM

Da 7ª emissão a debenturistas da 1ª e 3ª séries Atma fará nova rodada de conversão de debêntures
A Atma Participações anunciou nova rodada de conversão de debêntures em ações dos papéis emitidos na 7ª emissão, bem como dos créditos abrangidos pelos credores que não optaram pela subscrição da 7ª emissão.

Os debenturistas titulares das debêntures da 1ª e 3ª séries que desejarem realizar a conversão, bem como os credores abrangidos que desejarem converter seus créditos deverão exercer seu direito durante o período de conversão por meio da solicitação de conversão, que deve ser realizada até amanhã (2021-06-09).

Os debenturistas e credores abrangidos que optarem pela conversão passarão a deter a posição acionária correspondente em 2021-06-15.
Leia mais ...

2021-06-04 11:10 AM

São, ao todo, 1 M com valor unitário de R$ 1 K BRF anuncia 3ª emissão de debêntures
A BRF (B3: BRFS3) efetuou colocação privada de debêntures de sua 3ª emissão (simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única) após aprovação do Conselho de Administração.

Tais debêntures estão no âmbito da 60ª emissão de CRA (Certificados de Recebíveis do Agronegócio) da VERT Securitizadora.

Foram subscritas pela securitizadora, no âmbito da colocação privada, 1 M de debêntures, com valor nominal unitário de R$ 1 K, totalizando o montante de R$ 1 B. As debêntures vencerão em 2031-05-14.

Segundo a BRF, essa transação está aderente à sua estratégia de alongamento do perfil de endividamento em R$, diversificando suas fontes de financiamento e otimizando a relação prazo/custo de seus instrumentos de dívida.
Leia mais ...

2021-06-04 10:28 AM

Estatal tem 27,88% da empresa baiana Petrobras venderá fatia na Deten Química
A Petrobras (B3: PETR3 e PETR4) lançou o teaser de venda de sua participação acionária de 27,88% na Deten Química, localizada no polo industrial de Camaçari/BA.

O teaser, que contém as principais informações sobre a oportunidade, bem como os critérios de elegibilidade para a seleção de potenciais participantes, está disponível no site da Petrobras.

Sobre a Deten
A Deten fabrica e comercializa as principais matérias-primas para a produção de detergentes biodegradáveis líquidos e em pó.

Segundo a Petrobras, a Companhia é a única produtora nacional do Linear Alquilbenzeno (LAB), precursor do Ácido Linear Alquilbenzeno Sulfonato (LABSA), do qual também é fabricante. Produz ainda o Alquilado Pesado (ALP), utilizado em aditivos lubrificantes e óleo têxtil.
Leia mais ...

2021-06-04 9:32 AM

Com vencimento em 2026 e valor total de US$ 600 M PetroRio fará venda de notes
A PetroRio (B3: PRIO3) precificou as notes que começará a distribuir em breve no exterior, por meio de sua subsidiária, a Petrorio Luxembourg.

As Senior Secured Notes têm vencimento em 2026 e possuem valor total de US$ 600 M, a taxa de 6,125% a.a. A liquidação das notes está prevista para acontecer na próxima quarta-feira (2021-06-09).
Leia mais ...

2021-06-18 1:46 PM

De ações que detém da controlada Petrobras fará OPA da BR
A Petrobras (B3: PETR3 e PETR4) anunciou que realizará OPA secundária de ações da BR Distribuidora (B3: BRDT3). Pessoas físicas e jurídicas estão aptos a participar da Oferta na B3

No total, a estatal oferecerá 436,8 M de ações, sendo que o preço por ação será definido na data de término do bookbuilding (2021-06-30). As negociações serão iniciadas em 2021-07-02.
Leia mais ...

2021-06-10 10:30 AM

800 K a R$ 1 K cada Mafra Hospitalar fará 3ª emissão de debêntures
A Mafra Hospitalar comunicou que realizará sua 3ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie com garantia real, com garantia fidejussória adicional, em série única, para distribuição pública com esforços restritos, sob o regime de garantia firme de colocação.

Serão emitidas 800 K debêntures ao preço unitário de R$ 1 K, totalizando R$ 800 M para os cofres da Companhia. A emissão será realizada hoje (2021-06-10).

A empresa informou que os recursos líquidos obtidos com a emissão serão integralmente utilizados para reforço de capital de giro, de caixa e/ou alongamento de dívidas de curto prazo da Companhia.
Leia mais ...