Mais lidas Nos últimos 60 dias

2022-03-24 6:10 PM

Detida pela Andrade Gutierrez Itaúsa faz oferta por fatia da CCR
A Itaúsa (B3: ITSA3 e ITSA4) fez oferta pela fatia da CCR (B3: CCRO3) detida pela Andrade Gutierrez.

Ao todo, são mais de 300,14 M ações, representativas de 14,86% do capital total da CCR, com investimento total de aproximadamente R$ 4,1 B. Desse total, a Itaúsa poderá adquirir 208,66 M ações, representativas de 10,33% do capital total da CCR, com investimento total de R$ 2,9 B.

A Itaúsa poderá fazer uso de recursos próprios e/ou realizar captação por instrumento de dívida de longo prazo para financiar a aquisição.
Leia mais ...

2022-03-22 5:35 PM

E aumentar presença na alta renda carioca Gafisa deverá adquirir a Bait
A Gafisa (B3: GFSA3) assinou proposta vinculante para adquirir a incorporadora carioca Bait. O valor não foi divulgado.

A operação envolverá pagamento de valores em espécie e em ativos imobiliários, com parcela da parte em espécie tendo certos eventos futuros como condição necessária para o desembolso de recursos financeiros adicionais.

A Gafisa acredita que a futura combinação dos seus ativos com os da Bait 'tem grande potencial de geração de valor, sendo este passo relevante para o reposicionamento da companhia para o segmento da alta e da altíssima renda, reforçando ainda mais sua posição no grande mercado imobiliário do Rio de Janeiro, cidade de sua fundação'.

Sobre a Bait
Com foco de atuação na Zona Sul do Rio de Janeiro, região mais valorizada da cidade, a Bait foi fundada em 2017 e, após experimentar crescimento exponencial nos últimos anos, é referência entre seus pares.
Leia mais ...

2022-03-23 8:59 PM

Sem data definida Coelba pagará JSCP
A Coelba (B3: CEEB3 e CEEB5), a partir de 2022-03-30, pagará JSCP (Juros Sobre Capital Próprio), com base nos resultados apurados até 2021-12-31.

O valor total é de R$ 140,39 M, correspondentes a R$ 0,5192246488 por ação ON, R$ 0,5192246488 por ação PNA e R$ 0,5711471137 por ação PNB, com base na posição acionária de 2022-01-05.

A partir de 2022-01-06, as ações passaram a ser negociadas 'ex-JSCP'. Haverá IRRF, exceto para acionistas que tenham comprovado, junto ao Banco Itaú, a condição de dispensados.

De acordo com dados da Plataforma Solers, o DY (Dividend Yield) por ação, usando o valor de fechamento do pregão de ontem (2022-03-22) - R$ 36 (ON) e R$ 39 (PNA), será de cerca de 1,44% (ON) e 1,46% (PNA), ambos brutos.
Leia mais ...

2022-03-21 5:35 PM

Da 5ª emissão Copel GT paga juros sobre debêntures
A Copel GT começou a pagar aos seus debenturistas, em 2022-03-15, juros, aos titulares das debêntures da 5ª emissão.

Cada uma das 290 K debêntures terá direito a receber R$ 36,14603438, totalizando R$ 10,48 M.
Leia mais ...

2022-04-05 11:47 PM

Preço da empresa de logística não foi divulgado Renner confirma compra da Uello
A Renner (B3: LREN3) comunicou a compra da Uello, mas não divulgou o preço.

Fundada em 2017, a Uello é logtech nativa digital focada em entregas urbanas. Oferece solução completa e customizada de gestão de logística para médios e grandes clientes corporativos, incluindo entregas last mile com gestão de rotas, tracking e notificações de pedido, bem como aplicativo para os motoristas.

Segundo a varejista, 'essa aquisição representa mais um passo rumo à consolidação do ecossistema de moda e lifestyle da Lojas Renner e beneficiará sua plataforma logística, trazendo mais encantamento à jornada do consumidor'.

A Companhia também espera potencializar a Uello por meio de sinergias comerciais e operacionais, agora como parte da Lojas Renner. 

A Companhia finaliza analisando que 'o ecossistema tem potencial muito grande sob exploração' e que 'continuará aliando investimentos orgânicos e inorgânicos para acelerar esta construção'.
Leia mais ...

2022-03-17 12:02 PM

Autogeração no Complexo Eólico Cajuína BRF e AES Brasil completam operação em torno de JV
A BRF (B3: BRF3) e a AES Brasil (B3: AESB3) anunciaram a conclusão da operação prevista em Acordo de Investimento que contempla a formação da Potengi Holdings, Joint Venture entre as empresas, que tem por objetivo a construção de parque para autogeração de energia eólica no Complexo Eólico Cajuína, Rio Grande do Norte.

O parque terá capacidade instalada de 165,3 MW e que gerará inicialmente 80 MWm a serem adquiridos pela Companhia ao longo de 15 anos por meio de contrato de compra e venda de energia.

Como resultado do fechamento, as partes firmaram Acordo de Acionistas, cuja finalidade é a definição de regras comerciais, societárias e de governança corporativa envolvendo a JV.

O investimento total estimado do projeto é de aproximadamente R$ 905 M, o que corresponde a R$ 5,4 M/MW instalado, sendo que a BRF investirá diretamente o valor aproximado de R$ 92 M, a ser desembolsado ao longo dos próximos 2 anos durante o desenvolvimento do projeto.

O início das operações deste parque permanece previsto para 2023, com início do fornecimento em 2024.
Leia mais ...

2022-03-25 7:55 PM

Companhia quer captar R$ 750 M Iochpe-Maxion realizará 11ª emissão de debêntures
A Iochpe-Maxion (B3: MYPK3) determinou sua 11ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até 2 séries, as quais serão objeto de oferta pública de distribuição com esforços restritos. O valor total de captação será de R$ 750 M, sendo emitidas 750 K debêntures a R$ 1 K cada.

As debêntures da 1ª série terão prazo de vencimento de 3 anos contados da data de emissão, vencendo-se, portanto, em 2025-04-15 e farão jus ao pagamento de juros remuneratórios equivalentes a 100% da variação acumulada da Taxa DI, acrescida de sobretaxa que será definida no Bookbuilding, porém, em qualquer caso, limitada a 2,35% ao ano, base 252 dias úteis, calculados de forma exponencial e cumulativa pro rata temporis, por dias úteis decorridos, desde a 1ª data de integralização das debêntures da 1ª  série ou a data de pagamento da remuneração imediatamente anterior, conforme o caso, até a data do efetivo pagamento.

As debêntures da 2ª série terão prazo de vencimento de 5 anos contados da data de emissão, vencendo-se, portanto, em 2027-04-15 e farão jus ao pagamento de juros remuneratórios equivalentes a 100% da variação acumulada da Taxa DI, acrescida de sobretaxa de 2,60% ao ano, base 252 dias úteis, calculados de forma exponencial e cumulativa pro rata temporis, por dias úteis decorridos, desde a 1ª data de integralização ou a data de pagamento da remuneração imediatamente anterior, conforme o caso, até a data do efetivo pagamento.

Os recursos obtidos pela Companhia serão integralmente utilizados para reperfilamento de passivos financeiros consolidados da Companhia e/ou para reforço de caixa.
Leia mais ...

2022-03-28 8:44 PM

Companhia alega 'complexidade' em transações Oi atrasará divulgação da DFP de 2021
A Oi - Em RJ (B3: OIBR3 e OIBR4) anunciou que irá atrasar a divulgação de seu balanço financeiro de 2021.

Segundo a operadora, a segregação de seus ativos móveis após alienação para suas concorrentes, bem como a de sua UPI InfraCo, esta última tendo sido aprovada pelo CADE somente e aguardando aval da Anatel, são os 'culpados' pela demora na divulgação.

A Companhia afirma que o fato se deu, em virtude, principalmente:
  • Da complexidade dos trabalhos de segregação de ativos nas 3 SPEs que integram a UPI de ativos móveis, incluindo a necessidade de elaboração de suas demonstrações financeiras, na data base de 2022-02;
  • Da necessidade de obtenção de pareceres dos auditores independentes para as demonstrações financeiras das 3 SPEs;
  • Dos impactos da venda da UPI ativos móveis e da UPI InfraCo nos trabalhos de elaboração das demonstrações financeiras da Companhia e, consequentemente, no parecer dos auditores independentes com relação às demonstrações financeiras da Oi.

Sendo assim, a Oi indicou que suas DFs não serão mais divulgadas em 2022-03-29, mas, sim, em 2022-04-27, 'visando garantir a conclusão tempestiva das referidas operações e a divulgação de informações precisas, consistentes e completas aos acionistas e ao mercado'.
Leia mais ...

2022-03-24 6:41 PM

R$ 1,65 por ação Taurus pagará dividendos
A Taurus (B3: TASA3 e TASA4) anunciou o pagamento de R$ 194,3 M em dividendos.

O valor equivale a R$ 1,65 por ação e considerará acionistas da Companhia em 2022-04-19, com o pagamento sendo realizado em 2022-04-29.

De acordo com dados da Plataforma Solers, o DY (Dividend Yield) por ação, usando o valor de fechamento do pregão de ontem (2022-03-23) - R$ 25,36 (ON) e R$ 25,56 (PN), será de cerca de 6,50% (ON) e 6,45% (PN).
Leia mais ...

2022-04-01 5:42 PM

Até 2022-12-01 RaiaDrogasil pagará R$ 66 M em JSCP
A RaiaDrogasil (B3: RADL3) determinou o pagamento de R$ 66 M em JSCP (Juros Sobre Capital Próprio).

O valor bruto a ser pago por ação é de R$ 0,040054682 e não sofrerá nenhuma atualização monetária. Haverá IRRF, exceto para acionistas pessoas jurídicas comprovadamente imunes ou isentos.

O provento aplica-se à posição acionária de 2022-04-04, sendo certo que, a partir de 2022-04-05, as ações da Companhia serão negociadas 'ex-JSCP'. O pagamento será realizado até 2022-12-01, em data a ser definida oportunamente pela Administração da Companhia.

De acordo com dados da Plataforma Solers, o DY (Dividend Yield) por ação, usando o valor de fechamento do pregão de ontem (2022-03-30) - R$ 23,94, será de cerca de 0,16%.
Leia mais ...

2022-03-19 10:21 AM

Operação existia há 13 anos Eletrobras encerra SPE no Peru
A Eletrobras (B3: ELET3, ELET5 e ELET6) encerrou a SPE (Sociedade de Propósito Específico) Igesa, que contava com participação acionária da OAS (51%), da Eletrobras (29,4%) e da Furnas (19,6%).

A SPE foi criada em 2008-05 com o objetivo de elaborar estudos, implantar e explorar o aproveitamento hidroelétrico do rio Inambari, localizado no Peru, no âmbito do processo de integração energética entre Brasil e Peru.

A operação de encerramento está no escopo da iniciativa de racionalização das participações societárias da Eletrobras, nos termos do Plano Diretor de Negócios e Gestão (PDNG 2022-2026). 
Leia mais ...

2022-03-25 8:24 PM

Nova JV produzirá e comercializará compostos Braskem e Sojitz se unem por bio-MEG e bio-MPG
A Braskem (B3: BRKM3, BRKM5 e BRKM6) e a Sojitz, distribuidora de químicos e polímeros com forte presença no mercado asiático, anunciaram a criação de Joint Venture voltada para produção e comércio de e bio-MEG (monoetilenoglicol) e bio-MPG (monopropileno glicol).

O plano de negócios da JV prevê na 1ª fase investimentos para implementação de 3 plantas industriais, condicionados à conclusão do desenvolvimento da tecnologia. A Braskem destacou que a tecnologia a ser desenvolvida pela JV contará com o apoio e a expertise da dinamarquesa Haldor Topsoe que, desde 2019, colocou em produção 1 unidade de demonstração com o objetivo de validar as principais etapas da tecnologia pioneira, que transforma matérias-primas renováveis, como dextrose ou sacarose, em bio-MEG. Em 2020, a brasileira anunciou a 1ª produção de MEG renovável em escala de demonstração.

Ainda segundo a Braskem, sua parceria com a Sojitz está alinhada aos seus seguintes objetivos:
  • Neutralidade de carbono até 2050;
  • Diversificação geográfica e industrial;
  • Reforço da liderança global em biopolímeros para atender às necessidades dos clientes;
  • Desenvolvimento de soluções sustentáveis em Economia Circular.
Leia mais ...

2022-03-31 9:17 PM

Da 106ª série da 1ª emissão True Sec pagará juros sobre CRI
A True Securitizadora comunicou o pagamento de juros por CRI da 106ª série da 1ª emissão da Companhia.

O valor unitário a ser pago hoje (2022-03-31) é de R$ 27,57409378, deixando o PU em R$ 666,66700000 após a distribuição.
Leia mais ...

2022-03-25 6:16 PM

R$ 2,882969514 por papel Vale pagará remuneração semestral de debêntures
A Vale (B3: VALE3) anunciou o pagamento de remuneração das debêntures participativas em 2022-03-31.

O valor total é de R$ 1,12 B, ou R$ 2,882969514 por título custodiado em 2022-03-30. Esse valor contempla os seguintes pagamentos:
  • Prêmio sobre venda do produto minério de ferro (R$ 1,08 B);
  • Prêmio sobre venda do produto concentrado de cobre (R$ 32,1 M).

A liquidação financeira ocorrerá em 2022-04-01. Haverá IRRF, com exceção aos que comprovarem seu direito à dispensa de retenção.
Leia mais ...

2022-03-17 6:16 PM

Até 2,01 M em 18 meses Ambipar fará recompra de suas ações
A Ambipar (B3: AMBP3) anunciou novo programa de recompra de ações. Serão readquiridas até 2,01 M ações em até 18 meses, ou seja, até 2023-09-15.

O programa tem por objetivo 'maximizar a geração de valor para os acionistas da Companhia, uma vez que, na visão da administração da Companhia, o valor atual das suas ações no mercado não reflete o valor real dos seus ativos e a perspectiva de rentabilidade e geração de resultados'.
Leia mais ...

2022-03-25 10:04 AM

(re)energisa abarcará venda de energias renováveis Energisa lança nova marca comercial
A Energisa (B3: ENGI3, ENGI4 e ENGI11) anunciou o lançamento de nova marca comercial. A (re)energisa integrará e representará negócios não regulados de geração descentralizada da Energisa, por meio de fontes renováveis, comercialização de energia no mercado livre e serviços de valor agregado, integrando as empresas Alsol, Energisa Comercializadora e Energisa Soluções e Construções, que se transformam em marca única, mas sem mudanças em termos de razão social, portanto sem qualquer tipo de impacto nos contratos dos clientes.

A (re)energisa terá atuação em todo o território nacional, atendendo empresas de todos os portes na cidade e no campo, se posicionando como ecossistema próprio de negócios e atuando em sinergia com as 11 distribuidoras de energia operadas pelo Grupo Energisa, que somam cerca de 8,2 M de clientes.

Em fontes renováveis, a (re)energisa tem plano de investir cerca de R$ 2,3 B em projetos até 2024. A atual capacidade instalada de geração distribuída de 78 MWp será ampliada em mais 460 MWp com a construção de aproximadamente 150 usinas fotovoltaicas nos próximos 3 anos. A meta é ampliar a base atual de clientes de 2 K pequenas e médias empresas para cerca de 10 K.

Faz parte da nova estratégia promover avanços significativos na comercialização de energia no mercado livre. Com investimentos da Energisa em geração centralizada, a Companhia ampliará a oferta de energia renovável, com o objetivo de sair dos atuais 2% de market share para 12% até 2026 em número de clientes.

A integração dos serviços em plataforma única, ainda de acordo com a empresa, viabiliza melhor oferta ao cliente final, já que irá combinar soluções de geração centralizada e descentralizada. Para este salto, a (re)energisa contará com uso intensivo de analytics e IA (Inteligência Artificial) na gestão e recomendação da melhor opção ao consumidor.

Investimentos
O Grupo Energisa está construindo 2 parques solares na Paraíba, chamados de Rio do Peixe 1 e 2, com 78 MW. Essa energia renovável será 100% comercializada pela (re)energisa, ou seja, dentro do ecossistema Energisa, compondo sua carteira de produtos para melhor atender ao cliente final.

No campo de serviços de valor agregado, a (re)energisa nasce com experiência precedente em operação e manutenção de ativos elétricos, indústrias, implantação e operação de sistemas on-grid ou off-grid, combinando fontes de energia com armazenamento em baterias de lítio, projetos de eficiência energética, medição e controle de energia, automação e digitalização de ativos elétricos e linhas de produção. Ainda de acordo com a Energisa, o portfólio de produtos seguirá em evolução.
Leia mais ...

2022-03-17 5:09 PM

A debenturistas da 2ª série da 23ª emissão Eletropaulo paga juros sobre debêntures
A Eletropaulo (B3: ELPL3 e ELPL4) comunicou o pagamento de juros sobre debêntures da 2ª série da 23ª emissão da Companhia.

O pagamento começou a ser efetuado em 2022-03-14, sendo R$ 44,71068000 por cada um dos mais de 1,39 M títulos, totalizando mais de R$ 62,41 M.
Leia mais ...

2022-03-17 7:16 PM

Mandato será de 2 anos Schlösser elege João Beckhauser como Presidente
O Conselho de Administração da Schlösser (B3: SCLO3 e SCLO4) anunciou e empossou João Beckhauser como Presidente da Companhia. Seu mandato iniciou-se em 2022-03-10 e irá até 2024-03-09.

Beckhauser tem 71 anos, é administrador de empresas e, segundo informações da Plataforma Solers, está na Schlösser desde 2010 e, até 2018, manteve-se como Diretor de RI.
Leia mais ...

2022-03-22 5:45 PM

Para 'promover geração de valor' YDUQS fará novo programa de recompra de ações
A YDUQS (B3: YDUQ3) lançará novo programa de recompra de ações, com o intuito de 'promover a geração de valor para seus acionistas por meio da utilização de recursos disponíveis na compra das ações em bolsa de valores, a preços de mercado, para permanência em tesouraria, cancelamento ou posterior alienação das ações no mercado ou sua destinação a participantes no âmbito de planos de incentivos baseados em ações'.

A Companhia poderá vir a adquirir até 20,50 M ações, equivalentes a aproximadamente 6,63% do total, limitado a até 10% das ações em circulação.

O Programa de Recompra terá prazo de 18 meses, a contar de ontem (2022-03-21), inclusive, encerrando-se em 2023-09-21.
Leia mais ...

2022-03-17 6:54 PM

Transporte de gás Petrobras estudará oferta da EIG por TBG e TSB
A Petrobras (B3: PETR3 e PETR4), confirmou ter recebido proposta da EIG Energy por suas participações (51% e 25%, respectivamente) na TBG (Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil) e na TSB (Transportadora Sulbrasileira de Gás).

A oferta deverá ser apreciada pela Diretoria Executiva da Petrobras para, em caso de aprovação, iniciar a fase de negociação. A companhia não confirmou valores e esclareceu que a celebração da transação dependerá das aprovações corporativas necessárias.
Leia mais ...

A Solers usa cookies e tecnologias similares de acordo com sua Política de Privacidade. Ao continuar navegando você aceita as condições estabelecidas.